Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

bicho do mato

Aqui fala-se de natureza, aves, bichos em geral e do que mais me passar pela cabeça

bicho do mato

Aqui fala-se de natureza, aves, bichos em geral e do que mais me passar pela cabeça

09
Ago17

"Cantas bem, mas não m'alegras"

As vocalizações das aves, por muito canoras que possam ser, não devem ser associadas à arte musical.

O canto, o pio, o chilreio, o grasnar ou o crocitar servem propósitos biológicos e evolutivos que não passam pelo entretenimento, mas antes são uma ferramenta de comunicação básica com objectivos geralmente bem definidos como a atracção sexual, reconhecimento de membros da mesma espécie, alarme, identificação de progenitores/crias, etc. Embora possamos apreciar mais o belo canto da Milheirinha, igualmente importante é o chilrear do Pardal, o grasnar do Gaio ou até o "ladrar" do Garçote.

Ouvir as inconfundíveis vocalizações desta ave a ecoar na neblina matinal do sapal empresta sempre uma aura mística às minhas manhãs de observação, como que fazendo-me recuar no tempo até uma época em que o mundo era mais puro e selvagem... Até que começam a passar os carros dos mariscadores e a mística se desvanece.

 

- Gralha-preta (Corvus corone)
- Quinta da Marialva - Seixal (19-10-2016)

 

Gralha-preta (Corvus corone) Quinta da Marialva (1

 

[EN] 

Portuguese saying: "Cantas bem mas não me alegras" (loose translation: "You sing well but it don't bring me joy")

The vocalizations of birds, although they may sound beautifully, should not be associated with the musical art.

The singing, the hooting, the squawking or cawing serve biological and evolutionary purposes other than entertainment, they are a basic communication tool usually with well defined objectives such as sexual attraction, recognition of conspecifics, alarm, identifying parent / offspring, etc. While we can appreciate more the beautiful sing of the Serin, equally important is the chirping of the Sparrow, the squawking of the Jay or even the "bark" of the Little Bittern.


Hearing the unmistakable vocalizations of this bird echoing in the morning mist of the marsh always lends a mystical aura to my observation mornings, almost bringing me back to a time when the world was pure and wild. Until the cars of the fishermen start passing by and the mystic fades away...

 

- Carrion Crow (Corvus corone)

- Seixal - Portugal(19-10-2016)

Eu

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts destacados

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D