Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

bicho do mato

Aqui fala-se de natureza, aves, bichos em geral e do que mais me passar pela cabeça

bicho do mato

Aqui fala-se de natureza, aves, bichos em geral e do que mais me passar pela cabeça

20
Jul17




Os padrões migratórios das mais variadas espécies de animais (incluindo os humanos) têm vindo a ser estudados ao longo do tempo. Hoje conhecemos as rotas, os destinos, as paragens intermédias, a duração... basicamente tudo o que há para conhecer. No entanto, de tempos a tempos acontece um fenómeno. Ventos de África arrastam até nós falcões cuja rota não passa por cá, uma ave exclusiva de águas tropicais sobe até paragens mais boreais, uma outra atravessa o atlântico e instala-se cá pelo velho mundo... geralmente estas "anomalias" são alvo de exacerbado interesse por parte da comunidade ornitológica, chegando a gerar-se autênticas romarias para observar os bichos.

Mas e as aves? Que destino as aguarda? Se é certo que um Falco vespertinus ou um Sula leucogaster facilmente poderão voltar às suas paragens de origem, é improvável que uma Porzana carolina volte a pisar terras americanas...
 

Mergulhão-caçador (Podilymbus podiceps) Sesimbra

 

Com apenas 3 registos no nosso país, este pequeno mergulhão é um desses fenómenos. Vestido das suas melhores cores, em plena época nupcial, as suas vocalizações incessantes não têm como atravessar o oceano que o separa dos restantes membros da sua espécie. Irá ele passar o resto da sua vida entre nós como centro das atenções, rodeado de fotógrafos, observadores e curiosos, mas ainda assim inapelavelmente... só?
 
- Mergulhão-caçador (Podilymbus podiceps)
- Sesimbra (01-07-2017)
 

Mergulhão-caçador (Podilymbus podiceps) Sesimbra

 

[EN]

Alone

 

The migratory patterns of the most varied species of animals (including humans) have been studied over time. Today we know the routes, the destinations, the intermediate stops, the duration... basically everything there is to know. However, from time to time a phenomenon happens. Winds from Africa drag to us some hawks whose route does not pass by here, a bird exclusive of tropical waters flies up to northern regions, another bird crosses the Atlantic and settles in the old world... usually these "anomalies" are the target of exacerbated interest on the part of the ornithological community, generating authentic pilgrimages to see these animals.

But what about the birds? What fate awaits them? If it is true that a Falco vespertinus or a Sula leucogaster can easily return to its origins, it is unlikely that a Porzana carolina will ever again set foot on American soil...

With only 3 records in Portugal, this little grebe is one of these phenomena. Dressed in his best colors, in the middle of the nuptial season, his incessant vocalizations can not cross the ocean that separates him from the other members of his species. Will he spend the rest of his life among us as center of attention, surrounded by photographers, observers and curious, but still unpromisingly... alone?

 

- Pied-billed Grebe (Podilymbus podiceps)

- Sesimbra (01-07-2017)

2 comentários

Comentar post

Eu

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts destacados

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D