Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

bicho do mato

Aqui fala-se de natureza, aves, bichos em geral e do que mais me passar pela cabeça

bicho do mato

Aqui fala-se de natureza, aves, bichos em geral e do que mais me passar pela cabeça

18
Dez17

Em queda livre

Embora seja uma ave bastante comum nas nossas águas e muitas vezes avistada a partir da costa, não a encontraremos nas nossas praias ou falésias. 

 

Alcatraz (Morus bassanus)

 

O alcatraz só poisa em terra firme quando está extremamente debilitado ou quando pretende nidificar. Mas, como esta espécie não nidifica no nosso país, as imagens que mais facilmente conseguiremos reter são o seu poderoso voo ou os seus espectaculares mergulhos quando caem a pique dos céus na tentativa de capturar um peixe mais descuidado.

 

Alcatraz (Morus bassanus)

 

Nesta espécie relativamente fácil de reconhecer devido ao seu porte e formato do corpo, os juvenis apresentam um tom pardo malhado ou manchado, ao passo que os adultos são essencialmente brancos com a ponta das asas preta. O seu corpo fusiforme permite-lhe os espantosos mergulhos e, quando visto ao longe, dá-lhe a aparência de ter duas cabeças - "uma para cada lado".

 

Alcatraz (Morus bassanus)

 

Numa visita da SPEA (Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves) à Reserva Natural das Berlengas, tivémos a oportunidade de os ver bem de perto a rondar a embarcação e detectámos mesmo  3 destas belas aves poisadas num rochedo dos Farilhões, coisa que deixou todos a bordo bastante entusiasmados com a possibilidade de que estivessem a tentar nidificar por ali. É algo a tentar verificar no futuro...

 

Alcatraz (Morus bassanus)

 

- Alcatraz ou Ganso-patola (Morus bassanus)

- RN Berlengas (21-05-2017)

 

[EN]

Free fallin'

Although it is a quite common bird in portuguese waters and often sighted from the coast, we will not find him on our beaches or cliffs.

 

The northern gannet only lands when he is extremely weak or when he intends to nest. But as this species does not nest in Portugal, the images that we will most easily retain are their powerful flight or the spectacular dives when they free fall from the skies in an attempt to capture a more careless fish.

 

Relatively easy to recognize due to the size and shape of his body, juveniles have a brownish speckled tone while adults are essentially white with black wingtips. His fusiform body allows for the amazing dives and, when seen at a distance, gives him the appearance of having two heads - "one to front and to the back".

 

On a visit to the Berlengas Nature Reserve organized by SPEA (Portuguese Society for the Study of Birds), we had the opportunity to see them very close around the boat and we even detected 3 of these beautiful birds standing on a cliff at Farilhões, something wich got everyone on board rather enthusiastic about the possibility that they were trying to nest there. It's something to try to check in the future...

 

- Northern Gannet (Morus bassanus)

- Berlengas Nature Reserve, Peniche - Portugal (21-05-2017)

 

25
Set17

"A menina dança?"

A dança é uma das mais importantes e antigas formas de expressão artística da humanidade. Através de movimento dos nossos corpos conseguimos expressar dor, alegria, medo, sensualidade, altivez... existem danças cerimoniais, competitivas, desportivas, lúdicas, variando consoante a cultura dos povos. É, no entanto, desconhecida a sua origem, sabendo-se apenas que é pelo menos tão antiga quanto a história. Como terá surgido?

Terá a arte, uma vez mais, imitado a natureza? É sabido que as suas formas, os seus sons, cores, cheiros e movimentos sempre inspiraram o Homem. Mas os animais não dançam, pois não? Bem, talvez dependa um pouco do conceito de cada um...

A espectacular parada nupcial da Águia-calva é um tango a dois nos céus, carregado de emoção e drama? O espectáculo proporcionado pelos Flamingos dos Andes é o equivalente às nossas coreografias de discoteca? A vistosa exibição de corte do macho de Abetarda terá um paralelo no bêbado lá da aldeia, que dança apaixonadamente com a "mini" na mão? Farão os Albatroses competições de hip-hop? E o Pavão dançará a "Senbu", qual gueixa agitando o seu leque em honra à deusa Amaterasu?

Como sempre, tenho mais perguntas que respostas... mas como impedir que a mente divague, face a uma imagem como esta, em que que a ave parece claramente dizer: "A menina dança?"

- Íbis-preta (Plegadis falcinellus)
- Lezíria Grande - VFX (10-12-2016)

 

Íbis-preta (Plegadis falcinellus)

 

[EN]

"Miss, do you dance?"

Dance is one of humanity's most important and ancient forms of artistic expression. Through the movement of our bodies we can express pain, joy, fear, sensuality, haughtiness... there are ceremonial, competitive, sporting, playful dances, varying according to the culture of the people. However, Its origin is unknown, knowing only that it is at least as old as history.

Has art, once again, imitated nature? It is well known that nature forms, sounds, colors, smells and movements have always inspired mankind. But the animals do not dance, do they? Well, maybe it depends a little on the concept...

Is the spectacular bridal parade of the bald eagle a tango in the skies, loaded with emotion and drama? Is the show provided by the Andean Flamingos the equivalent of our disco choreographies? Do the mating exibihition of the male Bustard have a parallel in the drunk dude, who dances passionately alone with a beer in his hand? Do the Albatrosses compete in hip-hop? And the Peacock, will he dance the "Senbu" just like a geisha waving his fan in honor of the goddess Amaterasu?

As always, I have more questions than answers... but how to prevent the mind from wandering in the face of an image like this, in which the bird clearly seems to say: "Miss, do you dance?"

 

- Íbis-preta (Plegadis falcinellus)

- Vila Franca de Xira - Portugal (10-12-2016)

12
Dez16

Born free

 

 

Palavra alguma pode descrever a sensação de pequenez e deslumbre... tampouco meras imagens fazem justiça a tal espectáculo da Natureza, mas fica a vã tentativa de captar um inenarrável momento.

 

- Íbis-preta (Plegadis falcinellus)

- Vila Franca de Xira (10-12-2016)

 

 

[EN]

No words can describe the sensation of smallness and dazzle... nor mere images do justice to such a spectacle of Nature, but here is a vain attempt to capture an unforgettable moment.

 

- Glossy Ibis (Plegadis falcinellus)

- Vila Franca de Xira - Portugal (10-12-2016)

Eu

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts destacados

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D